Central de atendimento · (047)30353777

Português pt English enEspañol es

Blog

Como migrar servidor para nuvem?

Você faz parte do time de coordenadores e gerentes de TI que vêm pensando em como migrar servidor para nuvem? Esse movimento ocorre a partir do momento em que se percebe os benefícios da cloud, que não são poucos. 

Alguns deles são a mobilidade para usuários, a montagem facilitada de estrutura de TI, e o consumo de produtos como serviço, o que reduz custos. Realmente, fazem a diferença em qualquer empresa.

Neste cenário, trazemos algumas dicas para migrar servidor para nuvem e ter um estrutura de TI coerente com a transformação digital. Confira!

Defina prioridades

Você sabe o que vem primeiro ao migrar servidor para nuvem? Fez uma categorização dos aplicativos, dados e sistemas que possui? 

O primeiro passo da migração é definir prioridades. Existem informações que podem esperar e ficar offline, enquanto outras precisam estar online o quanto antes. É o caso das plataformas de produção.

Você pode optar, por exemplo, em mover primeiramente os aplicativos mais fáceis e menos críticos. Assim, você compreende melhor o processo e lida com eventuais problemas sem muita complexidade.

Há quem priorize aquilo que pode aumentar a geração de receitas. A nuvem aumenta a produtividade devido à mobilidade agregada aos seus recursos de produção, tarefas e ferramentas. 

Porém, quanto mais serviços você migra para a cloud, mais recursos e espaços precisará, aumentando os custos operacionais mensais. Por isso a priorização de sistemas que podem aumentar sua receita. É a forma de encontrar equilíbrio financeiro.

Escolha o provedor e o tipo de nuvem mais adequados

Os tipos de nuvem se diferem quanto a nível de proteção, capacidade de estrutura e armazenamento, possibilidade de escalabilidade e outras características. Para tentar aliar o melhor de cada uma, muitos gestores optam pela nuvem híbrida. Outros preferem a nuvem pública.

Mas a escolha por uma ou outra depende exclusivamente da análise do seu ambiente de TI e de suas necessidades de trabalho. Nem sempre a nuvem híbrida será a mais adequada. 

Por isso, antes de migrar servidor para nuvem, o ideal é analisar as ofertas e avaliar suas questões para encontrar o melhor custo-benefício. 

E sua opção deve vir após a definição de prioridades. A partir do momento em que você decide os dados e serviços que serão migrados para a cloud, fica mais fácil entender o tipo mais adequado. 

Enquanto a nuvem pública tem estrutura padronizada e baixos recursos de personalização, a privada é altamente customizada e entrega altos níveis de segurança e compliance. Porém, a primeira é melhor para centralizar a linha de produção, enquanto a segunda é boa para dados e sistemas mais sensíveis.

Se estiver em dúvida sobre o melhor tipo, converse com um especialista ou com o suporte. É importante entender os termos do SLA (Service Level Agreement), os serviços e recursos a serem utilizados, bem como os sistemas de cobrança.

E, por fim, pesquise bem um provedor com boa reputação no mercado e estrutura sólida.

Invista somente nas soluções necessárias da nuvem

Um desdobramento da análise do provedor e do tipo de nuvem é verificar as soluções que a nuvem oferece. Muitas empresas que fornecem tal servidor costumam agregar recursos para aumentar o valor do serviço. No entanto, acabam “errando a mão”, fugindo do necessário.

Por isso, a avaliação do seu ambiente é tão importante. Lembre que o valor a ser pago é proporcional ao que você usa. Mesmo que o serviço agregado parece interessante, avalie se ele é realmente necessário.

É melhor ter um serviço de cloud enxuto e com bom desempenho para sua demanda de trabalho do que um serviços com várias soluções desnecessárias.

Prepare o ambiente para migrar servidor para nuvem

Após definir prioridades e fazer uma análise criteriosa, você deve preparar o ambiente para migrar servidor para nuvem. Um bom provedor pode ajudá-lo a estruturar seu ambiente, que pode envolver as seguintes etapas:

  1. Considere tudo que for necessário para que os recursos e as ferramentas funcionem perfeitamente;
  2. Monte o ambiente perfeito, personalizado para atender seu negócio de forma eficiente;
  3. Teste o ambiente estruturado e todos os recursos que oferece, utilizando os dados e os sistemas irrelevantes ou não sensíveis para o negócio;
  4. Avalie se o ambiente está pronto para receber a estrutura do seu negócio.

Seguindo essas etapas, você estará preparado para migrar servidor para a nuvem. Mas vale ainda o alerta: uma boa escolha do provedor e da empresa que pode auxiliar na migração.

Escolha bem seus fornecedores

Quando se fala de serviços em nuvem, gestores e coordenadores de TI têm em mente o nome de grandes empresas. AWS, IBM, Oracle, Microsoft. Certamente, a solidez que elas possuem no mercado deu origem à reputação que alcançaram.

Mas como saber qual é a melhor dentre elas? Seus serviços são bastante semelhantes, e as variações de preço estão dentro do mercado. Como escolher dentre as empresas referências no mercado? 

Realizar o benchmarking é uma boa maneira, mas é comum que todas elas tenham prós e contras. Por isso, a avaliação do seu ambiente é tão fundamental.

Porém, existe uma medida que pode ajudá-lo bastante: contar com o auxílio de uma empresa parceira dos serviços das gigantes de tecnologia.

Assessoria para migrar servidor para nuvem

A assessoria para migrar servidor para nuvem pode trazer muitos benefícios. O primeiro ponto é saber que existem empresas de todos os portes que fazem o cloud sourcing

Por isso, a medida principal para o gestor é avaliar quem poderá garantir a qualidade do serviço. Isso significa ter profissionais para migrar servidor para nuvem de forma eficiente conforme o plano contratado.

Uma questão fundamental sobre ter uma empresa com know how e boas práticas de migração é o tempo. Gestores e coordenadores de TI são profissionais estratégicos para um negócio. Seu tempo é valioso. Dedicar dias e horas para uma tarefa altamente técnica é um desperdício.

O melhor a se fazer é entregar a migração nas mãos de uma equipe de especialistas que impedirá problemas comuns no processo.

A Indyxa, por exemplo, administra a conta de seus clientes a partir dos serviços dos maiores parceiros do mercado, como Amazon, Oracle, Microsoft, IBM e outros. 

Antes de migrar servidor para nuvem, oferece uma assessoria personalizada para avaliar as necessidades do negócio e da atual infraestrutura de TI. Em seguida, faz o provisionamento do ambiente cloud dentro das boas práticas e conforme a demanda. Por fim, faz o teste com os usuários antes da migração para, então, migrar servidor para nuvem.

A empresa, ainda, oferece como opção a manutenção do ambiente cloud no dia a dia. Excelente para quem deseja otimizar o tempo.

Migrar servidor para nuvem é um processo criterioso que demanda muita avaliação. No entanto, com o ambiente corretamente implementado, é possível usufruir dos inúmeros benefícios que a cloud traz para o negócio.

Para que o processo corra bem, o auxílio de uma empresa especializada, como a Indyxa, é crucial. Entre em contato conosco e veja como podemos ajudá-lo!

Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível. Ao continuar a navegar no site, você concorda com esse uso. Para mais informações sobre como usamos cookies, veja nossa Politica de Privacidade.
Continuar