Central de atendimento · (047)30353777

Português pt English enEspañol es

Blog

Governança de TI: saiba tudo sobre este conceito

Você sabe o que é e quais os objetivos principais da governança de TI? Uma governança de TI bem planejada e executada é sinônimo de segurança da informação. Confira!

O que é governança de TI?

Governança de TI é um conjunto de diretrizes, habilidades, competências e responsabilidades assumidas pela alta cúpula da empresa e pela equipe de TI para guiar as ações organizacionais, de modo a controlar processos, otimizar a aplicação de recursos, dar suporte para a tomada de decisões e garantir a segurança das informações.

Na prática, a governança de TI define como funciona a tecnologia da informação na empresa, verificando se as normas e as políticas estão sendo seguidas corretamente, alinhadas com a visão, a missão e as metas da empresa.

E o que seria gestão e governança de TI? Elas possuem diferentes atribuições dentro do negócio. Sobre a governança de TI, acabamos de pontuar. A gestão é responsável por promover a transformação digital na organização, manter o desempenho de serviços e a satisfação de usuários e clientes, e também realizar a gestão da equipe de TI.

Qual é o papel da governança de TI?

O objetivo da governança de TI é:

  • Dar suporte para uma tomada de decisões fundamentada
  • Garantir a segurança das informações;
  • Otimizar a aplicação de recursos;
  • Controlar processos internos.

Ela possui estrito relacionamento com a governança corporativa. Mas qual é a relação entre governança corporativa e governança de TI? 

A governança de TI é uma parte da governança corporativa voltada especificamente para a tecnologia da informação e seus resultados. No cenário corporativo, possui um papel de destaque na elaboração de estratégias de negócio. 

Perceba que a governança de TI não é somente uma área de suporte aos processos de negócio. Ela auxilia na definição dos objetivos das organizações, sendo parte fundamental no planejamento estratégico das empresas.

Quais são os componentes da governança de TI?

A governança de TI atua em diversas áreas de um negócio para garantir que tudo esteja alinhado com as estratégias de negócio. E quais são os componentes da governança de TI? São basicamente as etapas de um plano para implantá-la em um negócio. 

Sua implantação não ocorre imediatamente, mas também não é complexa. Você precisará de ações de curto, médio e longo prazo.

Alinhamento estratégico e compliance, gerenciamento de recursos e processos, e mensuração de desempenho são as etapas que guiarão suas ações. 

Veja a seguir como implantar governança de TI em sua empresa com ferramentas e práticas conforme seus 4 principais componentes (ou fase do ciclo de vida da governança de TI).

Alinhamento Estratégico e compliance

O alinhamento estratégico e o compliance são a primeira fase do ciclo de vida da governança de TI. 

Alinhamento estratégico é uma prática que garante que processos de negócio e de tecnologia da informação trabalhem de forma conjunta. Em outras palavras, determina o alinhamento da organização e da TI em relação às necessidades do negócio.

Para que ele ocorra, é preciso ficar atento a alguns pontos fundamentais:

  • Segurança da informação (procedimentos e ações sobre segurança de aplicativos, infraestrutura, dados, pessoas e organizações);
  • Capacidade de atendimento (quantidade de recursos humanos e computacionais necessários para atender à demanda);
  • Necessidades de aplicações (aplicações de TI necessárias para continuidade e estratégias do negócio);
  • Infraestrutura de TI (fundação da capacidade planejada de TI disponível na organização);
  • Gestão da demanda (análise da dinâmica do negócio quanto a padrões de atividades);
  • Princípios de TI (regras auxiliares da tomada de decisão sobre tudo que envolve TI);
  • Arquitetura de TI (padronização de processos, dados e tecnologia de aplicações);
  • Estratégia de outsourcing de serviços (terceirização dos serviços de TI);
  • Competências (habilidades e conhecimentos indispensáveis);
  • Processos e organização (organização funcional da TI);
  • Objetivos de desempenho.

Como resultado do processo de alinhamento estratégico, você terá em mãos o Plano Diretor de TI.

Decisão, compromisso, priorização e alocação de recursos 

A etapa seguinte da governança de TI é o gerenciamento de recursos. Ele pode ser separado em 3 práticas:

  • Mecanismo de decisão: determina o responsável pela decisão em TI no que diz respeito a arquitetura e infraestrutura, princípios, segurança da informação e outros pontos.
  • Critérios de priorização: prioridades de investimento da alta administração de modo a alinhar o investimento aos objetivos e às estratégias do negócio.
  • Portfólio de TI: técnica para priorizar os investimentos de TI, com base no retorno de projetos e ativos para a organização.

Estrutura, processos, operação e gestão 

A terceira etapa do ciclo de vida da governança corporativa diz respeito a estrutura, processos, operação e gestão.

Em primeiro lugar, deve-se considerar os projetos que, estando ou não sob a responsabilidade da TI, são planejados, executados, gerenciados e implantados por ela. É o caso do desenvolvimento e manutenção de sistemas.

Em seguida, pense nos serviços, nas operações atendidas pela TI ao fornecer serviços para gestores, usuários, clientes e fornecedores da organização. Neste sentido, é também preciso se atentar ao relacionamento com usuários internos ou externos com a área de TI e ao relacionamento com fornecedores

Mensuração de Desempenho

Por fim, a mensuração de desempenho por meio de indicadores servirá para que a governança de TI faça uma avaliação precisa dos resultados do negócio. 

Essa gestão da performance acompanhará o desempenho das operações de serviços referentes ao desenvolvimento de aplicações, suporte a serviços, entrega de serviços, segurança da informação, e outros processos.

Em caso de falhas e lacunas, procede-se à correção, para que a governança de TI seja realmente eficaz.

Como agilizar o projeto de implantação de governança de TI?

A melhor maneira de agilizar o projeto de implantação é utilizar frameworks de processos. Mas o que é framework governança de TI? São modelos prontos que auxiliam no desenho da governança de forma mais assertiva. Eles contêm práticas testadas e aprovadas.

Existem alguns benefícios de utilizar frameworks, como:

  • Clareza para benchmarkings: a comparação entre estruturas de TI de diferentes empresas é mais assertiva quando ambas utilizam um framework, e isso facilita encontrar oportunidades de melhorias para o negócio;
  • Linguagem comum: o framework estabelece uma linguagem universal que é compreendida por todos os envolvidos, sem ruídos na comunicação;
  • Treinamento fácil de equipe: frameworks já possuem cursos e treinamentos específicos, pois são modelos consolidados no mercado;
  • Velocidade: práticas testadas e aprovadas de implantação de governança de TI economizam tempo nessa tarefa;
  • Compliance: o framework ajuda na avaliação da conformidade dos processos da TI, pois define os processos importantes.

A governança de TI é uma parte importante da estrutura organizacional. No entanto, sua implementação não ocorre de forma imediata. Com o auxílio especializado, ela pode se tornar mais fácil e eficaz.

Fale com a Indyxa para ajudarmos com sua infraestrutura de TI!

Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível. Ao continuar a navegar no site, você concorda com esse uso. Para mais informações sobre como usamos cookies, veja nossa Politica de Privacidade.
Continuar