Central de atendimento · (047)30353777

Português pt English enEspañol es

Blog

Licença de Software: como otimizar licenciamento usando a Cloud

Malwares. Danos ou perda de dados. Baixo desempenho. Instabilidades. Phishing. Problemas com a legislação. Esta lista causa arrepios na área de TI das empresas, não é mesmo? Pois a falta de licença de software pode causar tudo isso (e muito mais). 

A licença de software existe por dois motivos: proteger os direitos autorais do proprietário e garantir que quem utiliza o produto tenha acesso à todas as funcionalidades garantidas em contrato, com os devidos níveis de segurança e integridade que devem estar presentes. 

Mas aí surge uma questão: a empresa lida com diferentes softwares rodando em diferentes máquinas. Isso acaba gerando altos custos para a compra e a renovação constante de licenças – e é aí que muitas empresas acabam optando pelo uso de cópias de programas ilegais, mesmo com todos os seus riscos.

E então? A melhor solução para deixar a empresa em compliance com os softwares que utiliza é a nuvem.

SaaS: a licença de software ideal para os negócios

Se você já está na área de TI há algum tempo, deve estar familiarizado com o termo SaaS – sigla de Software as a Service (Software como Serviço).

Trata-se de um tipo de solução em nuvem em que a empresa paga por uma espécie de aluguel mensal de acordo com a quantidade de softwares, de usuários e de recursos que deseja ter disponível. Assinado o contrato, ela passa a ter acesso aos softwares sem a necessidade de baixá-los ou instalá-los, pois eles permanecem em uma plataforma na nuvem.

É a empresa provedora da solução que fica sendo a responsável pela renovação das licenças, pela segurança, pela disponibilidade e pela manutenção dos softwares. E é justamente aqui que cabe uma atenção especial: é importante contratar uma provedora de SaaS que esteja em compliance com a licença de software. 

O contrato da solução de SaaS é feito com base no SLA (Service Level Agreement), no qual devem estar devidamente detalhados os critérios de Segurança, Disponibilidade e Compliance, bem como quais são as responsabilidades e todos os SLA`s. 

O prazo de validade do uso dos softwares em nuvem dependerá do tipo de duração estabelecido em contrato, podendo ser renovado conforme a demanda da empresa. 

Os benefícios da adoção de SaaS para as empresas

A empresa fica em compliance com a legislação

Utilizar cópia ilegal de software torna a empresa em desacordo com a legislação e sujeita a riscos e problemas nesse âmbito. Portanto, é fundamental que a provedora de SaaS também esteja em compliance para que tudo fique de acordo com a lei. 

Segundo matéria publicada no portal Convergência Digital, dados da BSA - The Software Alliance (empresa que defende o uso de softwares em empresas do segmento de engenharia, design e arquitetura), em 2019 mais de três mil máquinas sofreram vistorias judiciais que comprovaram o uso de softwares ilegais no Brasil. Em uma dessas empresas, uma construtora localizada na região Sul, foram encontrados 63 softwares ilegais rodando em 27 máquinas. 

O SaaS adota criptografia de ponta

Bons provedores de SaaS oferecem serviços baseados nas mais rígidas tecnologias de segurança dos dados, como é o caso da criptografia. 

Isso significa que apenas quem terá acesso a chaves de segurança e conexões autorizadas poderão manusear os dados. 

Mesmo que a licença de software esteja a cargo da provedora, a empresa contratante permanece com a liberdade para proteger seus dados e criar acessos restritos. Cada colaborador tem acesso apenas aos dados necessários para desempenhar sua função. 

O SaaS também auxilia no backup dos dados

Além da licença de software, a solução de cloud computing também protege os dados que circulam nos programas contra perda e falhas humanas por meio de um sistema de backup. 

Quando um software funciona em nuvem, ele guarda um histórico com cada mudança realizada nos arquivos, facilitando a recuperação caso os dados sejam comprometidos e ajudando na identificação da causa do incidente. 

Saiba mais: conheça o Cloud Backup da Indyxa e por que ele é a melhor solução para sua empresa. 

Unificação do controle de uso é outra vantagem do SaaS

Utilizar a licença de software em nuvem também permite que você automatize e unifique o controle do acesso e do uso de todos os colaboradores. Isso é ótimo para diretores, gestores e coordenadores de TI.

Com o SaaS, é possível ter uma visão mais macro da operação da empresa por meio de ferramentas de análise, verificando rapidamente falhas de acesso e também ameaças externas. 

O uso de SaaS proporciona suporte técnico à empresa

Como a adoção de SaaS está diretamente relacionado à terceirização de TI, automaticamente a empresa passa a ter à disposição um suporte técnico externo para garantir o pleno funcionamento das soluções contratadas.

Isso garante a produtividade da sua equipe, que não precisará desviar suas funções para verificar e corrigir falhas nos softwares utilizados na empresa. E o melhor: você tem a tranquilidade de ter um suporte técnico para a correção de falhas em softwares devidamente licenciados e autorizados para uso. 

E então? Gostou de saber que dá para estar em compliance com licença de software em sua empresa?

O próximo passo é conhecer os 4 critérios para adoção da terceirização de TI para que a provedora contratada entregue o melhor custo-benefício dos serviços em nuvem.

Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível. Ao continuar a navegar no site, você concorda com esse uso. Para mais informações sobre como usamos cookies, veja nossa Politica de Privacidade.
Continuar