Central de atendimento · (047)30353777

Português pt English enEspañol es

Blog

Projeto de Migração para Cloud: como montar o seu

Montar uma jornada de migração para nuvem é uma tarefa que muitas empresas já fizeram e muitas outras farão pelos próximos meses.

Pode-se afirmar que a aplicação das soluções de Cloud Computing nas empresas hoje é considerada a base para o desenvolvimento da transformação digital em suas operações. Os investimentos na área comprovam isso. De acordo com o Gartner, o mercado de computação em nuvem deve atingir US$ 206 bilhões de dólares neste ano. O aumento foi considerado substancial pela instituição, comparado com os antigos: US$ 175 bilhões em 2018 e US$ 145 bilhões em 2017.

Então, conheça a seguir um passo a passo para montar o seu projeto de migração para que a sua empresa não fique atrás de toda essa transformação digital.


Etapa 1: Estudo e avaliação
 

Estude tudo referente a cloud computing (aqui no blog temos uma seção específica sobre esse tema) e faça uma avaliação sobre os objetivos que a sua empresa precisa alcançar ao migrar para a nuvem.

Questione:

  • Como é a atual infraestrutura de TI da empresa?
  • Quais são problemas atualmente enfrentados?
  • Se a empresa crescer, a atual infraestrutura conseguirá suprir a demanda de armazenamento e segurança dos dados?
  • Quais são os gastos atuais do setor de TI? Como reduzi-los?
  • A equipe de TI é produtiva? O que tem tornado a equipe improdutiva (muita manutenção técnica e pouco tempo para focar no planejamento estratégico?)?
  • O cliente final tem alguma dificuldade de acessar o produto da empresa? Por que?
  • O setor de TI está integrado e focado no business plan da empresa?

É importante envolver a sua equipe nesse processo de estudo e avaliação.

Aliás, este post aqui pode te ajudar nessa fase: Como uma gestão em cloud computing aumenta a sua produtividade.

Etapa 2: Levantamento do que será migrado
 

Objetivos e necessidades levantadas, é hora de partir para um levantamento do que realmente será migrado para a nuvem e o que continuará offline.

Também saiba o porquê eles precisam ser migrados (precisa de maior armazenamento? De softwares mais atualizados a um bom custo benefício? Falta de espaço na empresa?)

Pense nos:

  • aplicativos;
  • banco de dados;
  • softwares;
  • hardware;
  • demais aplicações.


Etapa 3: Escolha do tipo de nuvem e das soluções cloud

Quanto aos tipos de nuvem, você pode escolher entre:

  • Cloud privada: quando a provedora da solução cloud disponibiliza uma infraestrutura física completamente dedicada para sua empresa.
  • Cloud pública: quando a infraestrutura física que a provedora disponibiliza a você também é compartilhada com outras empresas.
  • Cloud híbrida: combina as duas opções acima.

Confira mais detalhes sobre essas diferenças neste post aqui.

Quanto aos tipos de soluções de nuvem, você pode migrar para a nuvem tanto a infraestrutura completa de TI (IaaS), quanto apenas os softwares que a empresa utiliza (SaaS) ou o ambiente de desenvolvimento de aplicações (PaaS).

Entenda essas diferenças aqui e como escolher a ideal para sua empresa.

Etapa 4: Escolha da empresa provedora das soluções cloud

Encontre uma empresa parceira que reúna as seguintes características:

  • Credibilidade no mercado;
  • Portfólio acessível e cases de sucesso;
  • Profissionais qualificados e certificados;
  • Soluções modernas e personalizadas;
  • Que tenha uma política estruturada de segurança da informação;
  • Suporte técnico.

Etapa 5: Cronograma das etapas da migração para nuvem
 

Você pode realizar a migração de uma vez só, ou, ainda, por etapas – esta última costuma ser a mais indicada, principalmente se são muitos os dados e ferramentas a serem transferidos para a nuvem. Nada pode ser perdido nesse processo e nem pode haver grandes interrupções.

Então, monte um cronograma de cada etapa e aproveite para incluir no planejamento as seguintes informações:

  • Início e fim de cada etapa (com testes e validação de resultados para assegurar que se pode iniciar a próxima etapa);
  • Lista dos profissionais envolvidos em cada fase, com suas responsabilidades e metas;
  • O que será migrado em cada etapa, quando será migrado e como será migrado;
  • Como será o controle e o monitoramento;
  • Prazos de conclusão.

Etapa 6: Faça a migração para nuvem

Antes de partir para a migração, não se esqueça de realizar um backup de todos os dados e servidores. Verifique também a segurança desse backup para que tudo seja facilmente recuperável se necessário.

Eis as demais etapas desse processo:

  • Configuração do ambiente na nuvem;
  • Realização de provisionamento, conexão e testes dos componentes de forma individual e também integral;
  • Transferência dos dados para a nuvem;
  • Testes em todas as conexões e ajustes se for necessário (crie uma versão trial para a simulação de demandas para conferir se elas realmente serão atendidas);
  • Migração concluída com sucesso, é hora de implementar métodos e sistemas de controle e monitoramento para corrigir problemas que possam surgir.

Lembre-se: é importante que cada uma destas etapas seja feita em parceria com a empresa provedora das soluções para que tudo esteja perfeitamente alinhado. Assim, o projeto de migração para nuvem será um sucesso.

Ficou com alguma dúvida? Fale com a nossa equipe da Indyxa.

Até a próxima!