Central de atendimento · (047)30353777

Português pt English enEspañol es

Blog

Setor de TI de empresas: quais atividades são importantes e estratégicas?

Montar uma equipe de TI na empresa pode ser um grande desafio, não é mesmo? Afinal de contas, existem muitas funções importantes e estratégicas, já que a tecnologia tornou-se a base de funcionamento de praticamente todos os negócios. 

É importante lembrar que, dependendo do tamanho e do orçamento da empresa, nem sempre dá para contar com uma equipe grande – nesse caso, cabe à diretoria analisar e avaliar as principais funções que estão diretamente conectadas ao planejamento estratégico da empresa. 

Se esse for o seu caso, não desanime. Existe uma solução para contar com uma equipe qualificada e experiente; falaremos sobre isso no final do post, combinado?

A seguir, separamos alguns cargos importantes para o setor de TI de empresas e suas respectivas funções:

Gerente de TI

O gerente de TI fica abaixo do diretor de TI e essa função pode, inclusive, ser subdividida em categorias, como gerente de sistemas, de segurança, de projetos, de infraestrutura, etc., de acordo com o tamanho da empresa.

Esse cargo deve ser ocupado por profissionais que, além de terem o perfil de liderança, também tenham conhecimento técnico, já que eles permanecem próximos dos demais colaboradores, direcionando-os, e, em algumas situações, também precisam colocar a mão na massa. 

Gerente de projetos

O gerente de projetos é uma função que vem sendo requisitada por muitas empresas, já que esse profissional planeja e também controla a execução de todos os projetos de TI da empresa – como o desenvolvimento de softwares, a migração de dados para nuvem, etc. 

Nesse caso, como o gerente de projetos geralmente lida com vários ao mesmo tempo, é importante que o profissional tenha um perfil generalista, analítico e que, de preferência, tenha certificações específicas que comprovam a qualificação como gestor de projetos seguindo boas metodologias.

Especialista em Business Intelligence (BI)

Já mostramos aqui no blog as vantagens da empresa ter uma inteligência de negócios (Business Intelligence). 

Na prática, o profissional dessa área tem a função de organizar a coleta dos dados e extrair deles as informações importantes que possam oferecer suporte para a empresa. Ou seja, ele precisa saber monitorar os dados e fornecer uma boa análise para que o negócio tenha insights importantes para a tomada de decisões estratégicas. 

Gerente de banco de dados

E por falar em banco de dados, outra função importante é a do profissional que faz a gestão deles na empresa. 

Na prática, ele é o responsável pela instalação, configuração, atualização, gerenciamento e monitoramento do sistema de banco de dados da empresa. Nesse caso, esse gerente deve conhecer linguagens específicas de banco de dados (SQL, Oracle, etc.) e saber como estruturá-los. 

Gerente de Segurança da Informação

Considere fortemente investir em um profissional que cuide desse gerenciamento dos dados da empresa – lembre-se que a partir de 2020 entra em vigor a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e as empresas precisam estar adequadas o quanto antes. 

Na prática, esse profissional evita que vazem informações ou que elas sejam utilizadas de forma indevida por usuários não autorizados. Ele precisa estar sempre atualizado sobre as novidades tecnológicas disponíveis e também sobre novas ameaças que os dados podem sofrer no ambiente virtual.

Desenvolvedor Full-Stack e mobile

O setor de TI das empresas também pode se beneficiar com as atividades de um desenvolvedor focado em full-stack e também em mobile.

O desenvolvedor full-stack é aquele que desenvolve softwares para a interface com o usuário final e também para a gestão e alteração da base de dados da empresa.

Essa função vem sendo estratégica para as empresas, já que esse profissional proporciona uma visão mais ampla de um sistema e suas diferentes etapas de desenvolvimento (da criação no banco de dados à interface final). 

E quanto ao desenvolvedor mobile, essa função também tem se tornado estratégica para alguns negócios, já que os dispositivos móveis estão dominando o mercado brasileiro. Recente pesquisa do Serasa Experian revelou que 81% dos brasileiros acham mais prática comprar pelo smartphone – aliás, o Brasil é o 4º mercado de aplicativos do mundo.

Então, o desenvolvedor mobile é o profissional que criará aplicativos específicos para a versão mobile de tablets e smartphones – aliás não se esqueça também de que os sites e blogs da sua empresa também precisam estar adaptados a diferentes tipos de tela para que sejam bem ranqueados nos motores de busca. 

Suporte de TI

A função de suporte de TI é indispensável para qualquer negócio que precisa lidar com sistemas de dispositivos tecnológicos. 

Um dos principais objetivos do profissional de suporte de TI é garantir que todos os equipamentos estejam funcionando bem por meio de um trabalho de manutenção preventiva. Além dos próprios equipamentos, ele também precisa garantir que os sistemas operacionais e softwares estejam devidamente atualizados e licenciados.

Portanto, podemos dividir a função de suporte de TI em três tarefas básicas:

  • Manter o ambiente de TI disponível, estável e atualizado - sobre a importância do monitoramento de TI, leia este post aqui
  • Corrigir problemas no ambiente de TI, além de definir um plano de backup e recuperação dos dados.
  • Atender aos chamados dos usuários relacionados a problemas, dúvidas quanto ao uso de aplicativos, acesso aos sistemas, etc. Esses usuários podem ser tanto os próprios colaboradores da empresa quanto os clientes que utilizam sistemas tecnológicos fornecidos por ela. 

Por todas essas funções, não basta apenas ter um bom conhecimento técnico e prático de manutenção de sistemas e correção de problemas. Esse profissional lidará com pessoas; portanto, também precisa saber oferecer um bom atendimento, saber lidar com clientes e usuários internos que podem estar furiosos com problemas técnicos, e, enfim, entregar um serviço de qualidade para satisfazê-lo. 

Bom, os cargos acima são apenas exemplos das diversas funções que um setor de TI desempenha nas empresas. Cabe à cada uma delas analisarem seus objetivos, metas e demandas para que consiga definir quais profissionais são realmente necessários para o departamento.

Nesse caso, como dissemos no início do post, nem sempre dá para contratar tantos profissionais, principalmente se a empresa for de pequeno e médio porte. 

Então, uma boa solução é partir para o outsourcing de TI – em outras palavras, para a terceirização de parte da equipe de soluções. Confira neste post aqui as vantagens e os pontos de atenção na sua adoção

Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível. Ao continuar a navegar no site, você concorda com esse uso. Para mais informações sobre como usamos cookies, veja nossa Politica de Privacidade.
Continuar