Central de atendimento · (047)30353777

Português pt English enEspañol es

Blog

Tendências para cloud computing em 2020

Chegou a hora de conferirmos as principais tendências e previsões sobre cloud computing para 2020. Mas por que falarmos especificamente sobre essa área da tecnologia?

Simples: 2020 será o ano da cloud computing, ou melhor, da chamada multicloud, de acordo com relatório da Gartner. Aplicativos, infraestrutura e dados estarão em todo lugar e as empresas precisam preparar (ou terceirizar) profissionais focados na nuvem. 

Portanto, vamos conferir o que vem por aí de acordo com dados e relatórios de consultorias especializadas:

Crescimento da multicloud

Essa previsão de tendência foi feita pelo diretor de estratégia de cloud da consultoria Deloitte, David Linthicum. 

Também chamado de "omnicloud" e "metacloud", em 2020 teremos a ascensão da multicloud nas empresas. Trata-se de uma estratégia que utiliza serviços de diferentes provedores cloud para atender a todas as necessidades da empresa. Ou seja, variadas nuvens para diferentes aplicações.

Segundo Linthicum, a ideia é que as múltiplas nuvens precisem de camadas comuns de monitoramento, segurança, governança e gerenciamento. Essa é a tendência que deve entrar em ação nos próximos anos: em vez de termos diferentes sistemas de gerenciamento para cada nuvem individualmente, teremos em breve recursos únicos para gerenciar a multicloud.

PaaS com maior aderência nas empresas

A Plataforma como Serviço (Platform as a Service) terá um maior crescimento em 2020, de acordo com relatório da KPMG. Enquanto em 2017 cerca de 37% das empresas utilizavam PaaS, em 2020 o percentual subirá para 56%. 

Essa tendência pode ser explicada pelas vantagens que a solução PaaS traz para diferentes empreendimentos. Como se trata de um ambiente em nuvem que suporta diferentes ações de gerenciamento e desenvolvimento de aplicações, esse tipo de serviço em nuvem reduz os custos na infraestrutura de TI, otimiza a segurança, aumenta a produtividade e também a escalabilidade da empresa.

A segurança da nuvem será um dos focos em 2020

Em tempos de GDPR (General Data Protection Regulation) e LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), a segurança dos dados que circulam na nuvem será motivo de reforço em 2020 pelos provedores de serviço.

A tendência é que nos próximos meses as empresas se concentrem no lançamento de soluções cada vez mais seguras e sofisticadas, que sejam capazes de transmitir, armazenar e operar um grande volume de dados com a mais alta segurança – evitando ataques cibernéticos, que têm aumentando com o passar dos anos. 

Capacidade de armazenamento em nuvem aumentará

A tendência para 2020 é que os provedores de serviços de cloud computing disponibilizem recursos tecnológicos mais avançados para aumentar a capacidade de armazenamento de dados.

Afinal de contas, a quantidade de empresas que migram seus data centers para a nuvem está aumentando. Segundo dados de um estudo da Unisys, os data centers privados caíram de 43% em 2017 para apenas 29% em 2019 – e o armazenamento em nuvem deve aumentar entre 20% e 28% a partir de 2020. 

Internet de Tudo (IoE)

Em 2020 uma nova onda entrará no mercado de cloud computing: o conceito de Internet of Everything (IoE).

Enquanto na Internet das Coisas (IoT), as máquinas se conectam a outras máquinas, na IoE – também chamado de Internet de Todas as Coisas – a comunicação também envolverá dados, processos e pessoas. Nesse sentido, a cloud computing entra em cena na coleta dos dados e nas diferentes interações. 

As possibilidades com a IoE são infinitas, tornando a linha entre o humano e a máquina ainda mais tênue e permitindo, por exemplo, que empresas obtenham informações exclusivas de seu público sob demanda. 

Embora ainda haja discussões em torno da segurança dos dados com a IoE, já que pode aumentar o número de ataques virtuais (cibercriminosos invadindo câmeras de segurança de empresas, por exemplo), a tendência para 2020 é que cada vez mais equipamentos sejam ligados pela IoE, conectando-se aos seres humanos. 

Crescimento da nuvem híbrida nas empresas

Em 2020, mais empresas adotarão a nuvem híbrida, deixando de lado os data centers internos. Aliás, a Gartner prevê que esse tipo de nuvem seja a solução de cloud computing mais utilizada pelos empreendimentos ao redor do mundo.

A explicação é simples: os custos com a manutenção de infraestruturas físicas de TI dentro das empresas já não vem fazendo tanto sentido frente às inúmeras possibilidades, mobilidade, flexibilidade e agilidade que a nuvem oferece aos negócios. 

Machine Learning e Inteligência Artificial seguem como tendências em 2020

Segundo a Gartner, 14% das empresas já utilizam Inteligência Artificial em seus negócios, mas a previsão é que esse percentual salte para quase 50% em 2020, tornando a tecnologia como uma das mais disruptivas pelos próximos 10 anos. 

Nesse sentido, o Machine Learning também segue como tendência dentro do contexto da Inteligência Artificial, tornando os produtos ainda mais automatizados e com a mínima intervenção humana. Prova disso é o crescimento dos chamados "assistentes virtuais" que respondem a comandos de voz e conseguem entregar respostas cada vez mais exatas, já que passam a aprender o significado de frases mais complexas.  

Dicas extras da Gartner

Confira algumas dicas sobre cloud computing fornecidas no relatório de tendências da Gartner:

  • Adote a nuvem pública enquanto os aplicativos do seu data center estão evoluindo para, assim, torná-los mais eficientes; 
  • Defina estratégias de integração híbrida entre data centers, borda e cloud computing;
  • Repense a arquitetura de rede da sua empresa, concentrando-se em políticas. Implemente uma rede robusta que possa (de forma redundante e econômica) habilitar arquiteturas híbridas que abrangem várias nuvens (multicloud) e data centers locais;
  • Impulsione a otimização de custos ao longo do tempo, migrando os aplicativos certos para a nuvem; 
  • Invista em um profissional arquiteto de nuvem para a empresa – ou terceirize

E então? Preparado para as tendências de cloud computing em 2020? Quais delas a sua empresa já adota ou pretende implementar? Se você não sabe por onde começar, sugerimos fortemente entrar em contato com a nossa equipe para que ela te ajude a descobrir o que precisa ser investido no departamento de TI.

E já que estamos falando sobre o ano novo, complemente esse assunto conhecendo 7 boas práticas para a gestão da infraestrutura de TI da sua empresa ser a mais produtiva possível. 

Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível. Ao continuar a navegar no site, você concorda com esse uso. Para mais informações sobre como usamos cookies, veja nossa Politica de Privacidade.
Continuar