Central de atendimento · (047)30353777

Português pt English enEspañol es

Santa Casa de Porto Alegre reduz cerca de até 75% do tempo de execução do Tasy com Oracle Exadata

Uma história de sucesso que ultrapassou séculos em seus 210 anos, a Irmandade da Santa Casa de Porto Alegre, é referência pela excelência de sua medicina e pela busca constante do aprimoramento em saúde e tecnologia. Hoje, com mais de 8000 profissionais, a Santa Casa proporciona aos gaúchos, em 7 hospitais de várias especialidades, toda segurança, conforto e tecnologia.

Visando atingir a excelência em sua área de TI, a Santa Casa estava em busca de uma tecnologia que comportasse o aumento do volume de dados e aprimorasse o baixo desempenho do ambiente de produção. Para isso, era necessário um ambiente crescente de alta disponibilidade, redundante e replicado para maximizar a produtividade de todas as áreas do Hospital, evitando paradas inesperadas nos sistemas de gestão.

Essas foram as premissas que fizeram com que a Santa Casa optasse pelo banco de dados Exadata Database Machine X3-2, da Oracle. Um equipamento com a rapidez de processamento, escalabilidade e capacidade de garantir a perfeita integração com a estrutura tecnológica existente. “A Indyxa foi a empresa que prestou serviços na busca de alternativas para suprir as necessidades apontadas. O hardware da Oracle foi o que melhor pontuou, atendendo na integra as especificações necessárias para o cenário do Hospital.” afirma Tiago de Abreu, Coordenador de Infraestrutura da Santa Casa de Porto Alegre.   

Com a solução da Oracle adotada, a Santa Casa contou com a operação e o gerenciamento do projeto através da equipe de consultoria da Indyxa, que contribuiu com toda sua experiência, garantindo as melhores práticas e o desempenho ideal no processo de implementação do Oracle Exadata. Este desenvolvimento foi concebido em várias etapas que consistiram desde a criação do ambiente para testes, homologações, medidas de tempos dos processos até a passagem definitiva para o novo ambiente.

   Para Tiago, os resultados da solução implantada são satisfatórios e estão refletidos diretamente no bem estar de todos os pacientes, através do pronto atendimento com maior rapidez e também da garantia de que seus dados estarão armazenado de forma segura e contínua. “A utilização do Sistema de Gestão Hospitalar Tasy no ambiente Exadata gerou uma redução de até 75% do tempo de execução em alguns processos e também trouxe maior estabilidade, uma vez que não houveram mais quedas e lentidão dos módulos do sistema após a migração. Outro exemplo encontra-se nos processos de indicadores gerenciais/financeiros, que levavam cerca de 1 hora para executar e após a migração estão rodando em 15 minutos.” comenta Tiago.

   “O sucesso do projeto dependeu do profissionalismo e seriedade das equipes de TI da Santa Casa e do time de técnicos da Indyxa, onde juntos planejaram e executaram todas as etapas do projeto dentro do tempo estimado, respeitando sempre a criticidade do ambiente hospitalar.” finaliza Tiago.