Central de atendimento · (047)30353777

Português pt English enEspañol es

Tecnologia ajuda a manter a qualidade de alimentos frigorificados

A interconexão digital dos objetos cotidianos com a internet está revolucionando as atividades e funções nas grandes e pequenas empresas. Responsável por este processo de conexão com os dispositivos e aparelhos tecnológicos, a Internet das Coisas ou Internet of Things (IoT), alterou os hábitos e maneiras de consumo da sociedade contemporânea. Nas organizações, a inovação proporciona inúmeros benefícios, por exemplo, o aumento de produtividade, eficiência energética na indústria, redução de custos, aumento da competitividade e a sustentabilidade nas empresas.

Visando à eficiência energética, a Segala’s Alimentos, uma das principais empresas de Distribuição de Alimentos Frigorificados do Brasil, visualizou na Internet das Coisas, a possibilidade de gerar mais conhecimento, integração de dados e impactos positivos na empresa.

“O grande custo da empresa hoje é a energia elétrica, visto que a Segala’s precisa manter os alimentos frigorificados, distribuídos em diversos depósitos, para evitar que percam sua qualidade. Com a solução de IoT, o consumo energético é minimizado, gerando menos custos e permitindo uma evolução segura no mercado”, conta o analista de Tecnologia da Informação da Segala’s, Aguinolfo Rover.

Este é o primeiro projeto de Internet das Coisas na empresa. Com ele, por meio de sensores, é monitorado se as portas estão totalmente fechadas, minimizando o custo.

“Se a porta não estiver totalmente fechada, é emitido um alerta, via SMS ou alguma outra forma configurável, notificando o problema. A porta aberta aumenta o consumo de energia, já que o motor trabalha mais para suprir a temperatura que vaza do ambiente. Então, este controle auxilia na redução de energia e de custos”, explica.

A solução, desenvolvida sob medida para a Segala’s, foi realizada em parceria com a blumenauense Indyxa, empresa especializada em soluções e serviços de tecnologia. O projeto identificou os maiores problemas e dificuldades nos processos da companhia, desenvolvendo, assim, uma solução com baixo custo, mas que pudesse auxiliar e promover mais estabilidade para a empresa.

Além dos sensores nas portas dos depósitos, a Segala’s também conseguiu mais exatidão na medição da temperatura, com a solução de Big Data, aliada à Internet das Coisas. O gerente de tecnologia da Indyxa, Roberto Mendes, explica que o ponto chave do processo é correlacionar as informações e as apresentar de forma que façam sentido para a tomada de decisão na empresa. “A inteligência por trás das informações e dados obtidos que permitiu, montar um alerta para as equipes que estão fazendo parte do processo, para ter uma eficiência operacional mais efetiva, evitando gastos e desperdícios”, explica.

“Com a IoT, é possível sensorizar todos os ambientes da empresa, e com o suporte da Big data é possível indexar esses dados, em forma de planilhas e dashboard”, completa Mendes.

Para Rover, a grande vantagem é a confiabilidade na medição da temperatura por meio do equipamento, que de tempo em tempo recolhe a informação e armazena na linha do tempo do software de Big Data Splunk. “Antes, uma pessoa, cerca de seis vezes por dia entrava no depósito e media a temperatura e anotava em uma planilha, que estava mais suscetível a erros, por exemplo”, conta.

O analista de Tenologia da Informação da Segala´s explica que a solução automatizou a medição de temperatura, com um funcionário indo até o local apenas para verificar o funcionamento, ou seja, possibilita que aquela pessoa faça outras atividades na empresa.

Qualidade do alimento

Com a tecnologia aplicada hoje, é possível verificar de forma automatizada se cada alimento está armazenado em sua temperatura ideal.

Ele revela que se houver oscilação brusca de temperatura, o alimento pode perder a qualidade. Diante disso, a empresa precisa avaliar a temperatura ideal de cada produto e manter a temperatura dos depósitos dentro desses parâmetros. “Com a tecnologia, a empresa obteve mais segurança no processo de medição e controle das portas. Além disso, a segurança nos dados e a agilidade na informação possibilita mais produtividade e eficiência na empresa”, destaca Rover.

Sobre a Indyxa

Uma das maiores empresas de tecnologia do Sul do país, com mais de 120 colaboradores, distribuídos em quatro sedes (Blumenau, Brusque, São Paulo e Cidade do México), a empresa possui mais de 15 anos de experiência no segmento. Integramos em nosso portfólio soluções e serviços em infraestrutura de TI com inteligência de negócios, cloud services, segurança e continuidade, ativos e projetos e serviços gerenciados.